Acontece Gramado

Sociedade… O que é em si a Sociedade? Deriva do termo em latim societăs, significando “associação“. Associações existem em todo o mundo e todo tipo, mas nenhuma serve apenas como a sociedade, por que isso? As pessoas não servem algum partido político ou alguma ideologia, religião ou a sua própria etnia.

As pessoas servem apenas a si mesmas, às suas crenças e os seus desejos. Então apenas assim entendem o que realmente querem nas suas vidas, e são capazes de escolher lados como partidos políticos ou sua religião. Sendo assim, todos servem apenas um propósito, que é a única coisa que temos em comum como sociedade mundial, é apenas o propósito de vida de cada um.

Se categorizássemos cada tipo de sociedade, ideia ou posição de cada um, seria o mesmo que ter um livro escrito com a vida de cada pessoa viva na Terra, pois não há pessoas iguais, cada um possui algo de diferente mesmo sendo praticamente iguais fisicamente.

Em um momento de reflexão, agora você deve estar se perguntando qual o propósito de sua vida. A sociedade não se importa com o que você sente pensa ou faz, apenas se importam com o que lhes trará mais benefícios. Sendo assim, você normalmente será usado como meio de beneficiamento de alguém.

Eu não digo isso como se alguém estivesse tirando proveito ou lhe explorando por benefícios, eu digo isso porque é o que acontece, apenas um ciclo de ganhos e despesas, sendo elas financeiras, emocionais, mentais, etc…

Se você vai a um restaurante, você estará pagando para se alimentar e se sentir satisfeito. Com isso o empresário estará recebendo seu dinheiro para pagar os funcionários e as contas de seu empreendimento. Após isso o dinheiro volta ao Governo para continuar circulando em meios como asfaltamento, melhorias da cidade e pagar os funcionários públicos que irão ainda pagar suas contas, alimentar sua família. Tudo isso em um só ciclo único que nunca para.

Vivendo em sociedade temos de saber conviver com ela, suas regras, suas idéias, mesmo não apoiando-as.

Antigamente não havia liberdade de escolhas e nem direitos iguais, então sabe-se muito bem que hoje devemos agradecer por pelo menos termos nossos próprios direitos e sermos incluídos como sociedade.

A vida em si, é muito desigual, mesmo tendo nossos direitos iguais em teoria. Pensem por um momento o que pessoas negras, homossexuais, pessoas com doenças e muito mais, sofrem todos os dias nas mãos de pessoas de mente fechada.

Porém continuamos mantendo silêncio perante tudo isso, com todo o tipo de preconceito. Guy Fawkes quebrou esse silêncio no ano de 1605, como símbolo da ‘Conspiração da Pólvora’, ele pretendia destruir um dos maiores símbolos de ódio na época.

Mesmo sendo pego e seu plano ter parcialmente falhado, ele virou um símbolo de esperança para a sociedade da época que não se podia ter a escolha de suas vidas.

Acho que é hora de quebrarmos o silêncio que nos aprisiona dentro do nosso conhecimento de limite subjetivo, pois é isso que todos querem que nós acreditemos. Nós não devemos deixar sermos consumidos por uma sociedade corrupta.

Violência gera apenas mais violência, então como vamos quebrar o silêncio que nos aprisiona? Certamente não conseguiríamos mudar a mente das pessoas com apenas protestos. Isso é um contexto muito pouco analisado e então deixado de lado por pessoas que mantém sua fé em que já se constituíram com o passar do tempo.

As mudanças são o que nos mantém vivos, o que nos molda e mostra quem somos. Um simples ato de mudança no seu cotidiano, como acordar um pouco mais cedo ou mais tarde, irá modificar outra coisa no seu dia-a-dia. Isso, consequentemente, mudará outras coisas. Quem nos protege e nos defende? Somos nós mesmo, apenas nós!

Se quiséssemos realmente mudar a mente de pessoas que são preconceituosas, nós já teríamos mudado, o problema é que, subconscientemente, não queremos, pois uma oposição a nossa é o que traz graça.

Se houvesse apenas um lado de tudo, não haveria motivos de liberdade de expressão ou direitos humanos, então inconsequentemente nos mantemos presos propositalmente com a intenção de manter as coisas do jeito delas.

Se fosse o propósito, ao menos, fazer as pessoas serem menos preconceituosas, deveríamos apenas manter nosso silêncio para que nossas idéias mantenham-se intactas dentre tantas informações indevidas.

O protesto é apenas um símbolo, nada mais do que um símbolo. Um protesto não serve para conquistar algo, mas sim para simbolizar que há algo errado dentre nossa sociedade. Simboliza a oposição de algo, que por algum ângulo, é errado.

Todos nós carregamos algum símbolo internamente. Devemos transformar esse símbolo em algo que dê resultado, pois temos todos os meios de fazer acontecer, apenas falta a ação para resultar na transformação e mudança de algo ou alguém.

Devemos nos manter firmes e na luta diária por um mundo e uma sociedade melhor.

Meu nome é Felipe e semanalmente estarei aqui no Acontece para conversar com vocês sobre assuntos relevantes e importantes que nos farão refletir.

Felipe Mr. Riggs, músico e pensador. “Pois apenas com atos ruminados, encontramos justiça.{…}”

Deixe uma resposta