Acontece Gramado

Olá Hunters,

Vamos para mais uma coluna especial sobre as oficinas do 12° festival de Cultura e Gastronomia de Gramado.

Se você perdeu a primeira coluna corre lá e acompanhe, pois está imperdível! Hoje vamos falar de mais 3 oficinas, duas com o chef Endrigo Sedrez, docente do Senac Gramado e do chef Rodrigo Mylius, docente da UCS.

Oficina 1: Chef Endrigo Sedrez – Oficina de Pão Colonial com salame e copa com.

A oficina de pão colonial com o chef Endrigo trouxe novamente o elemento da acessibilidade com o interprete de libras Douglas, que o chef carinhosamente chamou de “meu escudeiro”.

Nessa oficina foi abordada de forma muito pratica como iniciar o pão colonial e os tempos de descanso, que são muito importantes para qualquer tipo de pão, desde a ativação do fermento ao primeiro e segundo descanso.

Além disso, com toda didática e humor do chef, ele explicou passo a passo e deu algumas dicas importantes como a de peneirar a farinha para retirar as impurezas. Na parte cômica da oficina, enquanto falava, o “pobre” do interprete que assumiu o papel de escudeiro, sovando a massa por 15 minutos, é substituído por Eleni, conhecida nossa do vídeo da chef Larissa Marques.

O chef Endrigo já é amplamente conhecido na região e formou boa parte dos cozinheiros que por aqui atuam! Seu bom humor e personalidade sempre se sobressaem, seja em palestras, vídeos, etc.

Assim como a chef Larissa, o chef Endrigo também recebeu seu símbolo na linguagem de sinais. Mas vocês têm que assistir !a oficina online para descobrir qual é!

Não posso deixar de ressaltar o empratamento, que contou com uma linda louça da Oxford, patrocinadora do evento.

Cozinha Experimental com o Chef Endrigo Sedrez, SENAC – A tradicao do Pao colonial, recheado com salame e copa lombo (com traducao em LIBRAS). Foto Cleiton Thiele/SerraPress

Oficina 2: Chef Endrigo Sedrez – Risoto de Cogumelos.

Aqui continuamos com o chef Endrigo, que nos mostrou os segredos de um risoto perfeito.

De forma rápida e objetiva, o chef mostrou seu “mise in place”, e acrescentou que iria usar espumante moscatel ao invés de vinho branco seco para agregar mais sabor ao risoto.

O mais importante a destacar é que o uso de produtos locais foi levado muito a sério, como os cogumelos produzidos aqui na região até mesmo a espumante da Casa Perini.

Ele apresentou 2 segredos para um risoto perfeito. O primeiro é o caldo de legumes que deve ser perfeitamente preparado (porém não passou a receita pois o seu colega irá explicar no próximo vídeo.), e o segundo segredo é mexer constantemente.

Uma frase que ele disse e que ficou bem marcada durante essa oficina foi: “Devemos valorizar os ingredientes locais e a Agricultura familiar!”.

Cozinha Experimental com o Chef Endrigo Sedrez, SENAC – Cozinha de vanguarda com produtos de Gramado – Risoto de cogumelos. Foto Cleiton Thiele/SerraPress

Oficina 3: Chef Rodrigo Mylius – Risoto ao pesto.

O chef Rodrigo Mylius de forma mais descontraída que seu primeiro vídeo, apresentou o risoto ao pesto com laranja, que babei só de olhar!

Como eu disse na avaliação anterior, o chef Endrigo preparou o terreno para que o chef Rodrigo apresentasse a definição de mirepoix (que são os ingredientes base de um fundo de legumes), com uma particularidade que é fazer um caldo claro, para dar uma aparência mais clara também ao risoto.

Ele explicou o passo a passo de como fazer um bom fundo de legumes, montando ali mesmo na hora seu “mise in place”.

Após colocar seu caldo no fogo ele iniciou a parte que devo destacar como mais “divertida” do vídeo. Ele demonstrou com maestria como fazer um molho pesto, porém o liquidificador não estava ajudando muito, fazendo com que o chef o balançasse e literalmente “bailasse” com o liquidificador. Huahua! Tanto que ele mesmo, vermelho de vergonha, soltou uma piadinha que foi a seguinte: “Quem nunca bailou com um liquidificador, não é mesmo?”

Após isso demonstrou como tirar os “supremes” de laranja, e aproveitou o máximo de cada insumo, até finalizar o risoto que ficou lindo.

Acompanhem na oficina!

Cozinha Experimental com o Chef Rodrigo Mylius, UCS – Canjiquinha com Linguica Colonial e Queijo Serrano. Foto Cleiton Thiele/SerraPress

Então hunters, essas são mais 3 oficinas pra vocês. Vale lembrar que para acompanhar as oficinas basta se inscrever no canal do Youtube do 12° Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado! Vou deixar o link aqui pra vocês.

https://www.youtube.com/channel/UCjl6rBtqE3UMfBsTn2KoMGA

Outra coisa que tenho que destacar antes de encerrar é que já estão disponíveis no site do Festival as receitas das oficinas para vocês se aventurarem!

Até a próxima caçada!

Formado em Gastronomia pela FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas) em São Paulo

Deixe uma resposta