Acontece Gramado

Sou um dos defensores do Governo Leite e de suas medidas no combate ao Coronavírus. Considero que o Rio Grande do Sul é um dos estados menos impactados pela pandemia, muito em razão das medidas de Distanciamento Controlado e a classificação de bandeiras, por região, de acordo com a estrutura de saúde disponível.

Estas medidas adotadas desde o mês de março salvaram milhares de vidas de gaúchos. Este reconhecimento é devido e deve ser levado em conta sempre que falarmos de Coronavírus em terras gaúchas.

Governador do RS, Eduardo Leite. Créditos: Divulgação.

Dito isto, é preciso salientar o quanto é contraditório que este mesmo Governo, que foi pautado por estratégias e ponderações na luta contra o vírus, até aqui, libere grandes eventos como feiras de negócios e shows do Natal Luz, por exemplo, eventos estes que vão ocorrer a partir do mês de outubro.

É uma decisão precoce, temerária e muito arriscada pois colocará em risco a vida de gramadenses, canelenses e de toda a população da Serra Gaúcha. Ainda não era o momento para esta decisão.

E não vou aqui entrar em méritos da decisão, quem pressionou quem, e quais os motivos econômicos para tal. Quero apontar algumas das contradições neste cenário:

1 – O Turismo na Região das Hortênsias está se recuperando lentamente após 5 meses. O mês de setembro já é o melhor para a economia local desde janeiro; A não realização de grandes feiras e eventos com milhares de pessoas não vai impedir que este retorno siga ocorrendo de forma gradual e que a economia local continue no rumo da normalidade.

2 – As aulas ainda não retornaram na maioria das escolas de Gramado, Canela, Serra Gaúcha e RS;

3 – Não existe uma cura para a COVID e também não temos vacina. Portanto, TODOS continuam expostos ao vírus; Quais os motivos de fazermos uma quarentena de 5 meses (sendo que nos dois primeiros meses os casos de coronavírus por aqui eram esporádicos) e agora, com muito mais casos ativos na cidade, liberarmos geral?

4 – Cidades brasileiras já tem uma segunda onda de Coronavírus confirmadas. É o caso de Manaus. Hoje, a Fiocruz afirmou que Manaus vive segunda onda da Covid-19 e propõe lockdown para conter o avanço do vírus. Manaus foi uma das primeiras cidades do país a registrar surto da doença.

5 – Gramado, Canela e a Serra Gaúcha não comportam e não estão preparadas para lidar com grandes fluxos de turistas, ao mesmo tempo, como ocorria em anos anteriores.

6 – Não existe mão de obra suficiente para fiscalizar toda a cidade, suas ruas, comércio e atrativos turísticos. E não será possível fiscalizar feiras e eventos de grande porte!

7 – Qual a lógica de liberar eventos em Gramado e região e não liberar eventos com os mesmos moldes em Porto Alegre, Novo Hamburgo e outras cidades?

8 – Pode show no Natal com 2.500 pessoas, podem eventos e feiras com milhares de pessoas em ambientes fechados como os nossos Centros de Feiras e Eventos mas não podem baladas, não podem festas de aniversário, não podem confraternizações, não podem jogos com torcida nos estádios, não pode frequentar a praia? Incoerência total!

O setor de Eventos é sim um dos mais prejudicados pela pandemia. Mas não é o único. Toda a sociedade está impactada. Ou libera pra todos os segmentos, EM TODO O ESTADO, ou não libera pra nenhum.

Não é porque somos gramadenses e canelenses e sediamos a maioria dos eventos do RS que temos que aplaudir de pé esta decisão do Governador Eduardo Leite e de sua equipe.

Liberar é ótimo, fará com que os eventos não quebrem este ano e com que os profissionais da área possam trabalhar por pelo menos três meses, poucos é verdade pois a maioria dos eventos não foram liberados.

Mas a que preço?

Se eventos com o mesmo formato ainda não foram liberados em lugar nenhum do país, e nem do exterior, quais os motivos para serem liberados em Gramado, e na Serra Gaúcha?

É preciso lembrar que ao mesmo tempo em que as aglomerações com pessoas de todos os lugares do país passarão a ocorrer, a segunda onda de Coronavírus passará a ser uma realidade muito mais próxima de Gramado e da nossa região. Estão preparados?

Jornalista – Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa.
[email protected]

Deixe uma resposta