Acontece Gramado

Pela quinta semana consecutiva Gramado mantém uma média semanal superior a 100 novos casos positivos de Covid-19. Até o momento, são 1.381 registros desde a 24ª semana do ano (8 a 14 de junho), quando a cidade teve os primeiros três casos da doença. Desde então o número de ocorrências tem crescido, mas a média registrada nas últimas cinco semanas tem se mantido num patamar que exige alerta e cuidados redobrados.

Hoje, Gramado está na contramão da maioria das cidades brasileiras que apresentam quedas nos números. Por aqui, o aumento nos números de novos casos e hospitalizações é o maior desde o início da pandemia.

Esses números demonstram que a doença continua em aceleração na nossa região, principalmente em Gramado. “Isso requer que as pessoas aumentem os cuidados de proteção. Estes dados indicam que o contágio pode estar acontecendo em ambientes domiciliares, como reuniões, jantares, almoços, churrascos, festas e confraternizações”, comenta o diretor administrativo do Hospital São Miguel, Márcio Slaviero.

Para o diretor da Vigilância Sanitária, Sérgio Spannenberger, a manutenção do número de casos positivos num patamar tão alto justifica a não flexibilização de algumas atividades que podem potencializar a disseminação da doença, como a liberação das piscinas e salas de jogos em hotéis, além de praças públicas. “É hora de redobrar os cuidados porque estamos num crescimento acelerado da doença”, afirma Sérgio. Ele cita, ainda, que não adianta as pessoas se cuidarem no ambiente de trabalho e na rua (usando e exigindo dos outros o uso de máscaras, por exemplo), se em casa não mantêm os mínimos cuidados de proteção à doença.

Já são cinco semanas de aumento exponencial de casos de Coronavírus e internações em Gramado

Os técnicos do COE apelam, ainda, à conscientização dos empresários, para que ofereçam EPIs aos seus colaboradores e exijam dos seus clientes o uso de máscaras e álcool em gel, além do respeito ao distanciamento.

Os números desde março

  • 9.253 testagens até 8 de outubro
  • Deste total, 1.381 foram diagnósticos positivos (equivale 14,9% do total das testagens)
  • 1.237 casos curados
  • 120 casos ativos no momento
  • 25 óbitos

Impacto nas hospitalizações

A elevada ocorrência de casos positivos – média superior a 100 por semana nos últimos 30 dias – está impactando no Hospital Arcanjo São Miguel. Nos últimos dias, o hospital vem tendo um número maior de internações e atendimentos por Covid. As UTIs sempre estão com ocupação superior a 80% e as enfermarias também estão com a maior parte dos leitos preenchidos. Outro indicador é o número de atendimentos na Tenda Covid, no Posto de Saúde central: desde maio já foram realizados 5.043 atendimentos, sendo 332 somente nos primeiros seis dias de outubro.

Com 1.381 contaminados e 25 óbitos locais até o dia 8 de outubro, Gramado tem 1,81% de óbito por contaminados. No dia 7, o RS apresentava 207.706 contaminados e 5.035 óbitos, equivalente a um índice de 2,42% de óbitos por contaminados.

Desde o início da pandemia até o dia 7, o hospital teve 265 internações hospitalares graves por Covid, um índice de 9,05% de óbitos em relação às internações.

Até o dia 7, o RS teve 17.709 internações e 5.035 óbitos, revelando um índice de 28,43% óbitos por internações. Ainda no dia 7, o RS apresentava 72,2% de ocupação de leitos de UTI e Gramado 83,3%.

Para evitar o crescimento de casos positivos é preciso que todos se cuidem e fiscalizem os vizinhos e estabelecimentos que descumprirem as normas de distanciamento.

E não custa lembrar algumas regras:

  • Lave as mãos com frequência
  • Na impossibilidade de lavar as mãos, fazer uso de álcool gel
  • Ao tossir, cubra a boca com um lenço ou com o braço. Não use as mãos
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados
  • Utilize máscaras ao sair de casa
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal
  • Cumpra o distanciamento e a lotação máxima prevista para o estabelecimento/empresa
  • Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência
  • Aos primeiros sintomas como falta de ar, febre persistente, entre outros, procure atendimento médico. A Tenda Covid funciona todos os dias, das 7 horas à meia-noite, no Centro Municipal de Saúde de Gramado

Deixe uma resposta