Acontece Gramado

Após cinco semanas de aumento nos números, Gramado teve uma semana com diminuição no número de moradores com teste positivo para o Coronavírus.

Entre segunda-feira, dia 12, e esta sexta-feira, dia 16, foram 152 novos casos, 30 a menos do que na semana anterior.

Com isso, a média diária de novos casos nesta semana ficou em 30 por dia. Na semana anterior havia sido de 36 novos casos ao dia.

Na semana passada a cidade havia batido o recorde de novas infecções em uma semana, desde o início da pandemia, com 182 novos casos de moradores infectados entre segunda, dia 5 de outubro, e sexta, dia 9 de outubro.

Desde o início da pandemia, foram 1.570 testagens positivas para residentes de Gramado. Deste total, 1.442 casos já estão recuperados e outros 91 moradores seguem em isolamento domiciliar. O Hospital Arcanjo São Miguel tem, atualmente, 10 moradores confirmados com Covid-19: sete na UTI e três na enfermaria. Há, ainda, quatro casos suspeitos de Gramado: dois na UTI e dois na enfermaria.

O Hospital São Miguel está com 94% das UTIs ocupadas. 27 gramadenses já perderam a vida na luta contra a COVID-19.

O Hospital São Miguel está com 94% das UTIs ocupadas

Profissionais de Saúde pedem cuidados redobrados

Hoje, Gramado está na contramão da maioria das cidades brasileiras que apresentam quedas nos números. Por aqui, o aumento nos números de novos casos e hospitalizações é o maior desde o início da pandemia.

Esses números demonstram que a doença continua em aceleração na nossa região, principalmente em Gramado. “Isso requer que as pessoas aumentem os cuidados de proteção. Estes dados indicam que o contágio pode estar acontecendo em ambientes domiciliares, como reuniões, jantares, almoços, churrascos, festas e confraternizações”, comenta o diretor administrativo do Hospital São Miguel, Márcio Slaviero.

Deixe uma resposta