Acontece Gramado

A Fundação Cultural de Canela está extinta. A notícia pegou a muitos de surpresa e se espalhou na tarde desta terça-feira, dia 5 de outubro. A Fundação tem forte ligação com a classe cultural e artística do município e assina o famoso Festival Internacional de Teatro de Bonecos de Canela. Além disso, possui um enorme patrimônio histórico material e imaterial sobre Canela, seus eventos e atividades culturais nos últimos 30 anos.

A Fundação, que completaria 30 anos em novembro, é uma entidade privada, criada para gerir eventos e administrar ações que possuem captação de recursos federais, estaduais e municipais. Já administrou o Teatro Municipal e a Casa de Pedra, além do Festival de Bonecos e outros eventos.

Segundo a atual presidente da entidade, Glenda Viezzer, são vários os motivos para o encerramento. “É uma situação muito difícil e a decisão tomada com participação de todo Conselho pois a Fundação completaria agora 30 anos de atividade“, destacou ao Acontece. Segundo ela, a dificuldade de conseguir patrocínios e organizar os eventos foi aumentando muito nos últimos anos. A pandemia também trouxe problemas sérios para Fundação que ficou sem renda nenhuma.

Não é culpa de ninguém. As coisas aconteceram e os tempos mudaram“, destacou Glenda. Sobre o destino do Festival Internacional de Teatro de Bonecos, a presidente disse que o evento será repassado a uma empresa privada que dará continuidade ao mesmo. O evento não ocorreu este ano mas deverá voltar no ano que vem. Já sobre o acervo, parte relacionado ao Festival de Bonecos ficará com a empresa que fará o evento, e o restante está sendo entregue ao Poder Público, para a Secretaria de Turismo e Cultura.

Glenda finalizou que formalizou um pedido ao prefeito Constantino Orsolin, para que a casa onde a Fundação ficou por tantos anos, seja transformada em um espaço cultural para a comunidade. “Eu sugeri que a casa continuasse para a cultura em carta ao prefeito de Canela, pois este espaço tem o físico e o espírito de cultura. Estou aguardando que o prefeito faça mas não consegui falar com ele nestes quase três meses“, finalizou.

DÍVIDA MILIONÁRIA SERIA FATOR PREPONDERANTE

O Acontece Gramado apurou que motivo principal da extinção seria uma dívida ainda do ano de 2011 que se iniciou com 60 mil reais e hoje já supera um milhão de reais. A dívida seria referente a um evento assinado pela Fundação, como proponente, durante as festividades de aniversário da cidade de Parobé. Após a realização do evento, o Ministério do Turismo teria feito apontamentos sobre o valor destinado para o evento e uma possível irregularidade na gestão do mesmo que deveria ser 100% gratuito mas teria tido cobrança de ingressos em determinadas atrações.

Na época, a Prefeitura de Parobé e a Fundação não chegaram a um acordo com a justiça para a devolução dos valores. os primeiros apontamentos previam a devolução de cerca de 60 mil reais.

A briga foi parar na Justiça e, após se esgotarem todas as instâncias, a decisão final saiu no início deste ano, sem possibilidade de apelação por parte da Fundação que ficou totalmente responsável pela dívida. A decisão judicial determinou que não seriam devolvidos apenas os 60 mil reais mas sim, todo o valor destinado ao evento na época, pelo Ministério: cerca de 800 mil reais. Com atualizações, esta dívida chega hoje a cerca de um milhão de reais.

Há alguns meses, a presidência da entidade e o conselho que reúne cerca de 15 pessoas (integrantes de diversas entidades), decidiram encerrar as atividades da Fundação.

ENFRAQUECIMENTO INICIOU HÁ ALGUNS ANOS

O enfraquecimento da Fundação Cultural de Canela iniciou já há alguns anos, e foi potencializado pela pandemia. A entidade privada contava atualmente com apenas uma funcionária e todos os outros cargos eram ocupados por voluntários. Nos bastidores fala-se que a Fundação não soube se reinventar e com a condenação, sem direito a recurso, ficou com o CNPJ comprometido. A Fundação ocupava um prédio público, cedido pela Prefeitura de Canela, e que será devolvido ao município.

A Fundação sediava também o único espaço cultural não-particular e em funcionamento da cidade, o Espaço Nydia Guimarães, construído com um prêmio da Funarte ganho em 2013. Dona Nydia foi uma das criadoras da entidade, fundada poucos anos depois da morte de seu marido, o escritor Josué Guimarães, como forma de apoio à Prefeitura na condução e gestão de projetos culturais de Canela.

Para o ativista cultural de Canela e voluntário da Fundação há anos, Fernando Gomes, a decisão pelo fechamento é trágica para o setor cultural de Canela. “É lamentável, uma pena pois a cidade vem perdendo força na Cultura já há algum tempo, não temos Conselho de Cultura atuante a classe vem sofrendo há bastante tempo. Mesmo assim, a Fundação tocava projetos importantes e gerava emprego e renda com a realização do Festival de Bonecos, por exemplo. Esta extinção potencializa este cenário e a memoria cultural da cidade corre riscos“, destacou Fernando que atualmente atuava como diretor do Departamento de Literatura e também foi vice-presidente da Fundação (entre 2017 e 2019).

PRINCIPAL PRODUTO: FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE BONECOS

O Festival Internacional de Teatro de Bonecos foi criado pela AGTB (Associação Gaúcha de Teatro de Bonecos) e teve sua primeira edição realizada em Caxias do Sul. Na época, a cidade serrana não quis continuar com o evento que passou a ocorrer em Canela em uma iniciativa do Governo Estadual, tendo sua segunda edição em 1989 em território canelense. Inicialmente a gestão ficou com a Prefeitura mas, dois anos depois, foi criada a Fundação Cultural para gerir o evento como braço privado do município.

Procurado pelo Acontece Gramado para falar sobre o destino do evento e o acervo da entidade, o secretário de Turismo e Cultura de Canela, Ângelo Sanches, está em viagem e deve se pronunciar sobre o tema nas próximas horas.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é flavio.png
Jornalista – Editor dos canais Acontece Gramado
[email protected]

Siga no Instagram: https://www.instagram.com/gramadoacontece/

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: