Foram soltos na manhã desta terça-feira, dia 9 de novembro, o secretário municipal de Obras de Canela, Luiz Claudio da Silva, o interventor do Hospital de Caridade, Vilmar da Silva dos Santos e o presidente da Câmara de Vereadores, Alberi Dias (MDB).

Eles haviam sido presos na manhã de segunda-feira, dia 8, na operação Caritas da Polícia Civil de Canela que investiga indícios de Corrupção e Rachadinha envolvendo a Prefeitura de Canela (Secretaria de Obras e Turismo), Câmara de Vereadores de Canela (gabinete da presidência), Hospital de Caridade de Canela e algumas empresas.

Em audiência de custódia, a justiça canelense, determinou a liberação dos mesmos do presídio de Canela mas determina o afastamento deles de suas funções e cargos públicos por pelo menos 60 dias. A decisão é do Juiz Vancarlo Anacleto da 1ª Vara Judicial de Canela.

Está mantido o afastamento cautelar do secretário municipal de Turismo, Ângelo Sanches Thurler, do subsecretário de Obras, Osmar José Zangalli Bonetti, e Denis Roberto de O. de Souza, funcionário contratado como cargo em comissão na pasta de Obras. 

Deixe uma resposta

Espere um momento!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que Acontece

Não se preocupe, você será notificado apenas quando houver conteúdos novos em nosso site.

Espere um momento!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que Acontece

Não se preocupe, você será notificado apenas quando houver conteúdos novos em nosso site.

%d blogueiros gostam disto: