Inspirada no livro do Caio Carneiro – Seja Foda, que ganhei de uma amiga muito querida, a Adriana Silveira, escrevo este artigo para ressaltar que SER FODA exige dedicação e muita disciplina. Muitas vezes no nosso dia a dia somos “engolidos” pelo automático das operações, pelo “sistema” e é essencial nos colocarmos fora do contexto e enxergar como podemos ser e fazer melhor, no sentido de contribuir com o nosso futuro, com os ambientes que estamos inseridos e com as pessoas ao nosso redor.

Está pronto(a)? Vamos lá!!!!

O primeiro pilar abordado pelo autor é a POSITIVIDADE e o OTIMISMO –
Diferente de ser alienado e achar que um milagre vai acontecer e resolver todos os seus problemas. A positividade contribui para que você siga em frente. A consciência adequada é você saber que é responsável por fazer o milagre acontecer. E principalmente colocar as “mãos na massa”, fazendo o que precisa ser feito, no tempo certo e com as pessoas corretas, da melhor forma que for possível. Isso é otimismo. Simples assim!

O segundo pilar é VISÃO e DIREÇÃO –
O que significa? É fundamental que se tenha uma visão nítida de onde se quer chegar. Precisamos visualizar com o máximo de clareza e detalhes o que queremos conquistar. Quando você não tem uma visão de futuro, você não consegue aguentar os desafios do presente. O presente perde o significado se você não tiver ideia de para onde está indo, onde quer chegar. Lembrando que sacrifícios temporários trazem recompensas permanentes.

O terceiro pilar é sobre ATITUDE e EXECUÇÃO –
Execução é o processo em ação e atitude é o estado de espírito quando nos colocamos a fazer algo. Aqui é importante falar que conhecimento sem ação é igual a zero. Então é essencial que sejamos responsáveis pelo milagre de transformar o nada em algo. É sobre fazer bem feito o que precisa ser feito e atuar no processo de melhoria contínua que a prática diária traz.
Parece óbvio né? Pior que não é. E neste entendimento de que o óbvio não existe, é importante que cada um de nós tenha a sua forma de relembrar o básico caso o dia a dia nos tire do “trilho”.

O quarto pilar é sobre COMPROMISSOS e VALORES –
Estar comprometido com o que você quer realizar é essencial para que se tenha sucesso. Ao mesmo tempo, para que tenha sentido essas conquistas se manter alinhado com os seus valores. E aqui vem aquela pergunta a que preço e a que custo eu vou alcançar meus objetivos? Família, saúde, relações pessoais e profissionais, tempo, ética…
Quais são os seus valores? Qual o seu compromisso com você mesmo? Qual a sua responsabilidade no ecossistema que você está inserido? É momento de refletir. Sem compromisso, não existe disciplina. E sem disciplina nunca você irá transformar alguma habilidade, seja em qual área for, em resultados.

E para finalizar, o quinto pilar que trata especialmente de CONTROLE EMOCIONAL –
Gerenciar as emoções é uma estratégia vital para contribuir com o seu futuro. A maioria das pessoas desiste de alguma coisa, muitas vezes, por um detalhe emocional. É preciso cultivar as emoções adequadas para tirar o melhor resultado de tudo o que for feito.

Destaco aqui duas afirmações do Caio Carneiro sobre controle emocional, uma delas é PARE DE SE COLOCAR NO PAPEL DE VÍTIMA, assuma o poder de transformação da sua vida e acabe de vez com o vitimismo. No vitimismo a pessoa foge de uma situação difícil para diminuir a sua responsabilidade sobre aquela circunstância e não se sentir culpada pelo que está acontecendo, para não se comprometer.
E a segunda afirmação é que SE PREPARAR NOS MOMENTOS DE COLHEITA PREVINE SOFRIMENTO QUANDO OS DESAFIOS SE APRESENTAREM, aqui o foco é ter cuidado com o EGOCENTRISMO. É preciso saber que mesmo na abundância deve se continuar construindo e produzindo. Não é indicado dormir sobre os louros da vitória.

Faço um convite agora para uma autoavaliação:
O sucesso depende do quão rápido você se frustra em cada etapa e de quanto tempo você leva para sair da frustração. Como você se avalia nesta questão? Consegue esclarecer o que precisa ser esclarecido, ajustar o processo e seguir em frente? Ou não?

Outra questão importante: Previna entrar no vórtice de derrotas onde você não realiza coisa alguma: se sentir culpado, reclamar em demasia, justificar o injustificável e se fazer de vítima.

Vamos ajustar o que é necessário e construir uma trajetória de sucesso?

Eu já estou ajustando algumas questões, e você???

Relações Públicas especialista em Execução Comercial
+20 anos nas áreas de marketing e vendas, com vivência na modelagem e execução de mais de 150 projetos de Produtividade Comercial, nos segmentos da indústria, comércio e serviços.
@patriciazanotelli

Deixe uma resposta

Espere um momento!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que Acontece

Não se preocupe, você será notificado apenas quando houver conteúdos novos em nosso site.

Espere um momento!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que Acontece

Não se preocupe, você será notificado apenas quando houver conteúdos novos em nosso site.

%d blogueiros gostam disto: