Flavio Prestes

Flávio Prestes: construtora gaúcha figura entre as maiores do país

A Construarte Engenharia e Construção comemora um importante destaque. A empresa chegou a 37ª posição entre as 100 maiores construtoras do Brasil, segundo o Ranking  Intec Brasil 2020, subindo 23 posições em relação a 2019. 

A Intec afere a área construída a cada ano. Em 2019, a Construarte Engenharia e Construção somou 285 mil m² de área construída, o equivalente a mais de 6.000 casas populares. 

A premiação destaca as 100 maiores construtoras e que mais contribuíram para a fazer girar a roda da economia. Nas construções, foram utilizadas 1.200 toneladas de aço, 16.000 m³ de concreto e 700.000 blocos e tijolos, impactando positivamente em toda a cadeia de produção do setor. Atualmente são 29 obras em andamento, em 13 municípios. 

Diretor executivo Leandro Kunst

Ao longo da história são mais de 500 obras em 29 cidades do Rio Grande do Sul, como hotéis e resorts, indústrias, supermercados, hospitais, agências bancárias, restaurantes, centros profissionais, além de condomínios residenciais. Em 2020, a empresa conta com 250 funcionários diretos e cerca de 800 indiretos.  

Com sede em Igrejinha, a empresa foi fundada por Hugo Kunst em 18 de maio de 1971 e comemora 50 anos em 2021.

Iniciando o ano de seu cinquentenário em um cenário repleto de desafios, a organização e o planejamento, elementos incorporados nas rotinas e processos, permitem  à Construarte Engenharia e Construção passar pela crise sistêmica provocada pela pandemia mundial com segurança. 

Segundo o diretor executivo Leandro Kunst havia uma projeção de crescimento para 2020 em torno de 30% a 40%, com a desaceleração a expectativa é manter o faturamento de 2019.  “Estamos dando continuidade às obras que já estavam em andamento. Neste momento, são 25 obras, das quais 10 serão entregues ainda este ano. Além disso, desde o início implementamos todas as medidas de segurança e EPIs e paramos, quando foi preciso”, informa Leandro. 

Jornalista – Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa
[email protected]

Apelo do governador Eduardo Leite é um duro alerta sobre a gravidade da situação no RS

O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, veio a público na manhã de hoje, dia 2 de julho, com um emocionado e assustador alerta para a comunidade gaúcha: os próximos 15 dias podem levar o estado ao colapso na área da Saúde em razão do novo Coronavírus.

O apelo não é só meu, é de todos que pensam e agem com racionalidade”, esta frase é impactante e representa o verdadeiro perigo que a população enfrenta. Segundo Leite, apesar dos esforços nestes últimos 100 dias de luta contra o novo vírus, não foi possível evitar a perda de mais de 600 vidas de gaúchos.

“Cada perda é uma derrota coletiva. E, por isso, em nome de nossa coletividade, eu me solidarizo com cada família”, disse o Governador.

Nestes últimos 100 dias o Rio Grande do Sul aumentou em 75% o número de leitos de UTI SUS ofertados para a população. “O Rio Grande do Sul escolheu o caminho ponderado e confiável…Apesar de todo o trabalho, julho chegou com a pior das notícias, estamos com o alerta ligado com o ritmo de ocupação de nossas UTIs”, alerta Eduardo Leite.

Segundo ele, o Governo confia no modelo de distanciamento social adotado mas, a efetividade só se concretiza através do comportamento da sociedade. E o apelo final: “É fundamental que nos próximos 15 dias nós retomemos os níveis de isolamento intenso lá do início de abril”.

E o Governador tem razão! Diante do momento mais crítico, que acabamos de chegar, a melhor e única resposta possível é pensar e agir coletivamente, fazendo um último e importante esforço para conter a disseminação do vírus e o surto em que vivemos.

Após ouvir do Governador que, “pressões de setores organizados não vão alterar a lógica das decisões adotadas pelo Governo do RS”, fica a certeza de que a gestão do governo do estado não medirá esforços para fazer valer a luta pela defesa da vida da população.

Solidariedade e racionalidade são os nortes para que possamos vencer esta luta. Precisamos dar este último voto de confiança ao Governo do Rio Grande do Sul que, até aqui, tem sido exemplar na luta contra o coronavírus, com atitudes firmes que salvaram milhares de vidas.

Jornalista – Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa
[email protected]

Situação se agrava e Gramado está perto do lockdown

A situação é preocupante! Desde o início da pandemia, lá em março, a situação do novo coronavírus em Gramado, manteve-se sob controle. Isso graças às iniciativas do Poder Público, de parte da população que soube entender a gravidade deste vírus, além das autoridades sanitárias que tomaram as decisões acertadas.

Até metade de junho conseguimos achatar a curva após muito sacrifício econômico no intuito de salvar vidas. Já podemos afirmar que, até aqui, Gramado e sua Administração Municipal salvou muitas vidas ao não se omitir, ao fechar para o Turismo na hora certa, e ao assistir centenas de famílias através da doação de milhares de cestas básicas nos últimos três meses.

Porém, infelizmente, chegamos ao pior momento. O momento que estávamos protelando e tentando evitar. E, para nosso azar, o pico da pandemia chega no auge do Inverno.

Após o feriado do Dia dos Namorados, insano por sinal, era de se esperar um aumento no número de infectados em Gramado. 15 dias após o movimentando Dia dos Namorados, que teve movimentação de Natal Luz, Gramado atinge no início desta semana o pior cenário desde o início da pandemia.

Nos últimos três boletins foram 11 casos confirmados. E, o pior, dois gramadenses estão na UTI do Hospital São Miguel, um em estado muito grave.

Chama a atenção a preocupação do diretor do Hospital São Miguel, Marcio Slaviero, que vem fazendo um belo trabalho por sinal. Hoje, ele pediu que a comunidade redobre seus cuidados para que o caos não se instale na cidade. Ele recomenda ainda a procura imediata dos serviços médicos em caso de sintomas de síndrome gripal, por parte da comunidade, para que o tratamento inicie logo evitando que a doença chegue aos estágios mais graves.

Também chamou a atenção o desabafo do prefeito Fedoca que pediu ajuda da população para fiscalizar, além de indicar que a maioria dos novos infectados são pessoas que trabalham no comércio da cidade. O prefeito chegou a dizer que a situação em Gramado não é nada tranquila.

A preocupação destes líderes que estão na linha de frente, justifica-se. Além do crescimento acelerado de casos em todo o Estado, Gramado vem tendo uma disparada em novas notificações e exames relacionados ao vírus.

Após o anúncio de que a região passaria para Bandeira Vermelha, anúncio feito pelo Governo do RS, na última sexta-feira, os prefeitos se mobilizaram para reverter a situação e manter Gramado e Canela na Bandeira Laranja. Conseguiram!

Este é um respiro de uma semana. Pelo menos até o dia 6 de julho o comércio local poderá permanecer aberto. Porém as novas internações de residentes jogam contra a possibilidade do município de se manter na Bandeira Laranja e com o comércio aberto. A tendência, segundo profissionais da área da Saúde, é do agravamento deste cenário.

Mantendo a tendência de crescimento no número de novos casos, além do aumento de internações de residentes e moradores passando a ocupar a UTI do São Miguel, o lockdown será uma realidade para Gramado nas próximas semanas.

Jornalista – Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa
[email protected]

Governo do RS aceita pedidos e Gramado e Canela voltam para Bandeira Laranja

O Governador Eduardo Leite acabou de anunciar em sua live semanal que acatou o pedido dos municípios que integram a região da Serra no Mapa de Distanciamento Controlado, adotado pelo Piratini, para o controle da disseminação do novo Coronavírus.

Com isso, Gramado e Canela, permanecem com os protocolos de Bandeira Laranja pelo menos até a próxima segunda-feira, dia 6 de julho.

Um respiro para os empresários locais que estavam preocupados com o anúncio de que a região havia passado para a Bandeira Vermelha na última sexta-feira.

Muitos estão confusos com o novo formato adotado. Explico:
Todas as sexta-feiras o Governo do RS anuncia a nova classificação.
Os municípios que pioraram de situação podem recorrer até o domingo.
Na segunda-feira o Governador, após avaliar os pedidos, anuncia a classificação final.
As restrições passam a valer a partir da terça-feira.
Já em caso de flexibilizações (quando um município passa da Bandeira Laranja para a Amarela, por exemplo), as regras passam a valer já no sábado.

O Governador mostra que está em contante diálogo e não está impondo restrições, dando aos municípios, comunidade e prefeitos a oportunidade de colocarem na suas necessidades, ações e números no combate ao Coronavírus.

Agora, cabe a Gramado e Canela conter a disseminação do vírus por aqui. As autoridades de Saúde e prefeitos das duas cidades estão muito preocupados com o aumento de casos nas duas últimas semanas. Números mostram que chegamos a uma situação preocupante.

Jornalista – Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa [email protected]

Casos de COVID saltaram de 23 para 55 no mês de junho em Gramado e Canela

Independente da classificação por bandeiras, do Governo do RS, ou da flexibilização adotada pelo Estado e pelos municípios, uma coisa é certa: os números apontam que os casos de transmissão por Coronavírus em Gramado e Canela seguem a tendência estadual. Uma tendência de crescimento exponencial de transmissão comunitária contínua.

Senão vejamos: No dia 1º de junho, Gramado registrava 8 casos de infectados pelo novo Coronavírus. Já Canela registrava 15 casos. Somando as duas cidades, nesta data, eram 23 casos confirmados, 16 curados e um óbito (em Canela).

Hoje, menos de um mês depois (dia 26 de junho), Gramado registra 21 casos e Canela registra 34 casos de infectados. Somando as duas cidades, são 55 casos, com 43 considerados recuperados, um óbito e 11 pessoas que seguem infectadas: 4 em Canela e 7 em Gramado.

Se compararmos nossos municípios com alguns vizinhos como Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Sapiranga, por exemplo, a situação pode até ser considerada tranquila já que nestes municípios existe uma transmissão generalizada e descontrolada. Precisamos evitar de chegarmos ao ponto de termos um lockdown e, para isso, é importante que Gramado e Canela continuem desempenhando bem o seu papel de rastreamento e controle destes casos positivos.

Até aqui, considero que as duas Prefeituras e suas respectivas Secretarias de Saúde vem se saindo muito bem no combate ao novo Coronavírus. Outro item: a baixa taxa de letalidade por aqui é um alento! Levando em conta que o pior está por vir no Rio Grande do Sul, precisamos estar muito bem preparados para evitar de nos perdermos no combate a este vírus tão devastador.

Acredito que, pelas novas regras determinadas pelo governador Eduardo Leite, é possível que Gramado e Canela possam se manter (mesmo sob a classificação de Bandeira Vermelha) com as regras de flexibilização da Bandeira Laranja. Mas isso só saberemos na segunda-feira, dia 29, com o anúncio oficial do Palácio Piratini.

Jornalista – Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa [email protected]

Chega de tolerar gente sem máscara em Gramado!

Este é um assunto que está me irritando ultimamente por aqui. Nada fora do comum já que, em tempos de pandemia, todo mundo anda estressado de alguma forma!

Mas vamos ao tema: a discutida obrigatoriedade do uso da máscara de proteção facial em Gramado. Quem circula pelas ruas da cidade percebe a quantidade de gente desrespeitando esta regra básica de proteção contra a transmissão do novo Coronavírus.

Conversei com uma amiga da área da Comunicação que me disse ter se dado ao trabalho de parar as pessoas na Rua Coberta e, ao fazer a abordagem, explicar que em Gramado o uso é obrigatório e que, além de proteger o indivíduo, é uma forma também de respeitar a comunidade de Gramado e seus moradores.

Segundo ela, muitas tentativas em vão! Tem muita gente por aí andando como se, ao pisar em Gramado, o vírus desaparecesse de forma mágica!

Este é o momento de os moradores e população em geral de Gramado tomar atitudes mais firmes com relação ao tema, exigindo SIM o uso da máscara por quem estiver sem. Não adianta esperar só pela fiscalização do Poder Público e da Prefeitura. Todos nós devemos ser fiscais nas ruas, no comércio, e em todos os locais!

Não existe cura nem tratamento para o Coronavírus, o uso da máscara é, comprovadamente o único meio de impedir a transmissão direta entre os indivíduos.

O médico Francisco de Sousa Rios destaca que, junto com o isolamento social e higienização das mãos, o uso de máscaras de proteção é um hábito fundamental para conter a proliferação do coronavírus. Ele observa que a máscara funciona como uma barreira, que filtra partículas com o vírus e evita que elas entrem em contato com as mucosas da boca e do nariz.

“Ao espirrar, tossir ou falar, soltamos gotículas de saliva que podem contaminar outra pessoa, se entrarem em contato com as mucosas. O próprio ato de falar solta gotículas. O foco principal do uso da máscara é proteger as mucosas e filtrar essas partículas”, explica.

Turista e moradores que não usam máscaras estão colocando a vida de toda a população em risco. E não podemos aceitar isso de forma passiva. Uma coisa é bem receber, outra bem diferente é ser conivente com ações que nos trazem riscos e colocam a vida de todo mundo na mira da transmissão.

Faça sua parte!

Jornalista – Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa [email protected]

Senado aprova adiamento das eleições municipais de 2020

O Senado aprovou nesta terça-feira (23) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que adia as eleições municipais deste ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

O texto, votado em sessão remota, foi aprovado por 67 votos a 8 no primeiro turno e por 64 votos a 7 no segundo turno. Agora, a PEC segue para a Câmara dos Deputados.

Pelo calendário eleitoral, o primeiro turno está marcado para 4 de outubro, e o segundo, para 25 de outubro. A PEC aprovada pelo Senado adia o primeiro turno para 15 de novembro, e o segundo, para 29 de novembro.

O adiamento das eleições tem sido discutido pelo Congresso Nacional, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e por especialistas nos últimos meses.

Informações do site G1

Urgente: Gramado e Canela saem da bandeira vermelha e entram na bandeira laranja

Foi uma semana de muitas negociações, conversas, reuniões e bastante argumentação por parte de empresários e autoridades locais junto ao Governo Estadual. As ações culminaram com a reunião entre o governador Eduardo Leite e o prefeito Fedoca em Porto Alegre, na terça-feira, dia 16, quando o prefeito de Gramado apresentou os motivos para que a região saísse o mais rapidamente da classificação de Bandeira Vermelha.

E, os argumentos de Fedoca, além da inauguração de oito novos leitos de UTI no Hospital de Gramado, fizeram efeito. O Governo Eduardo Leite acaba de anunciar que Gramado e Canela não estão mais na Bandeira Vermelha e passam imediatamente para a Bandeira Laranja. A reclassificação passa a valer a já a partir deste sábado, dia 20 de junho, mas os empreendimentos só poderão reabrir a partir de terça-feira, dia 23.

O prefeito Fedoca esteve em POA para argumentar com o Governador Eduardo Leite

O que muda
Com a saída da Bandeira Vermelha, voltam a ser liberados para o funcionamento restaurantes, hotéis, lojas e indústria em geral, de acordo com as regras de distanciamento, limites de 50% do uso dos espaços e trabalhadores. Em tese, voltam a valer as determinações do penúltimo decreto das Prefeituras de Gramado e Canela antes da classificação para Bandeira Vermelha. Mas é provável que os prefeitos editem novos decretos.

Na próxima semana, o Governo Estadual deve mudar o formato de classificação das bandeiras. Ao invés de sábados, a definição ocorrerá nas sextas-feiras com o anúncio exclusivo aos municípios. Após serem avisadas, as Prefeituras terão dois dias para se pronunciar e tentar argumentar com o Governo. A nova classificação de cada região será anunciada nas segundas-feiras e passará a valer a partir das terças-feiras.

A possibilidade de Gramado e Canela formarem uma microrregião é grande e está na pauta do Governador Eduardo Leite e de sua equipe.

Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa [email protected]

Escândalo do Auxilio Emergencial é o assunto da semana em Gramado e Canela

O assunto tomou conta dos grupos de WhatsApp em Gramado e Canela esta semana. Prints com os nomes de cidadãos (de classe média e alta) das duas cidades que receberam auxílio emergencial já caíram nas redes e os julgamentos e acusações começaram imediatamente.

Esta coluna não tem a intenção de expôr, muito menos de julgar ninguém! Aqui queremos apenas esclarecer algumas coisas sobre o tema e também alertar para a possibilidade de crime federal.

Inicialmente o alerta é para os julgadores de plantão: acusar e distribuir nas redes sociais os nomes da pessoas que solicitaram e receberam o auxílio emergencial pode render muitos processos judiciais.

Não sabemos a condição financeira de cada um, suas necessidades e principalmente: não estamos dentro das casas destas pessoas para saber se estão ou não com seu pão de cada dia garantido. Muitas vezes, pessoas que possuem imagem de bem sucedidos financeiramente para a comunidade em geral, podem estar quebrados! Impossível saber ao certo.

Nas listas que estão circulando nos grupos, muitas pessoas consideradas “ricas” receberam o auxílio do Governo Federal. Neste caso, se a pessoa realmente possui condições financeiras e não precisaria usar deste artifício, configura-se FRAUDE contra a União. O crime pode dar mais de 6 anos de prisão. Além disso, entra em campo a questão ética e moral! Existem casos (raros) de pessoas que não solicitaram e estão na lista, então é preciso analisar com cuidado.

Aproveitar-se de uma situação de pandemia como a que vivemos, e tirar o lugar de pessoas que realmente necessitam, é um crime moral imperdoável.

Pelas regras, pode pedir os R$ 600 quem não tem emprego formal, tenha renda familiar de até R$ 3.135 (ou R$ 522,50 por pessoa da família) e não recebe benefícios previdenciário, assistencial ou seguro-desemprego.

Caso o crime esteja configurado, a pessoa que solicitou o auxílio será criminalmente responsabilizada e terá que fazer a devolução do valor, além de responder ao processo.

Em Canela, a polícia já investiga algumas denúncias e em Gramado a situação é a mesma.

O governo federal disponibilizou uma ferramenta que permite ao solicitante a devolução do valor recebido indevidamente: https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolu…

Aqui o link para conferir a lista dos que pediram auxilio:http://portaltransparencia.gov.br/bene…/auxilio-emergencial…

Após inúmeras denúncias de fraudes, o Governo Federal disponibilizou um site (acima) onde qualquer cidadão pode conferir quem recebeu o benefício. Já os que receberam indevidamente, podem fazer a devolução.

Portanto amigos, mão na consciência!

Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa [email protected]

Opinião do editor: decisões do Governador Eduardo Leite são acertadas e já salvaram milhares de vidas

Sem entrar na discussão de Vidas x Economia, precisamos ser corretos e realistas: até aqui as decisões do Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, desde o início da pandemia salvaram milhares de vidas de gaúchos.

Não podemos ser injustos e deixar que a ansiedade por uma abertura total e normalização da vida, faça com que nós tenhamos a sensação de que está tudo OK. Não está, até aqui a cura e o tratamento para o Coronavírus não existem. 

Mas vamos aos fatos e não ficar só em suposições:
O Rio Grande do Sul é um dos poucos estados da federação que conseguiu controlar de maneira exemplar a disseminação do vírus nos últimos três meses. Até este domingo, dia 14 de junho, o Rio Grande do Sul registrava 350 mortes pela COVID-19.

Levando em conta a situação do restante do país, onde já perdemos mais de 42 mil vidas, o estado do Rio Grande do Sul possuiu uma situação muito privilegiada. E, esta situação sob controle, é mérito do Governador e suas decisões sempre levando em conta a opinião dos profissionais da saúde e os estudos científicos.

O modelo de distanciamento social adotado pelo Governo de Eduardo Leite é exemplo para todo país e já foi adotado por vários estados da federação. A pesquisa, encomendada pelo governador, e desenvolvida pela Universidade Federal de Pelotas é um sucesso e já foi contratada pelo Governo Federal por trazer uma realidade mais palpável para o público sobre a real disseminação do vírus no país! A conclusão, a partir do Rio Grande do Sul, é de que o Brasil possui 12 vezes mais casos de coronavírus do que o divulgado até aqui.

O que ocorre nas últimas semanas no Rio Grande do Sul é que, a população gaúcha, empresários e grande parte dos políticos, ao perceberem que o RS está com a situação sob controle, após três meses de muitos cuidados e ações preventivas, consideram (erroneamente) que nós não corremos mais riscos.

Muita gente nas ruas, poucos cuidados preventivos, muita gente sem máscara e um crescimento exponencial de casos. Gramado e Canela, por exemplo, em um mês chegaram a 40 casos positivos da doença. Em Caxias do Sul, as internações nas UTIs superam os 77%, uma sobrecarga de pacientes com COVID-19, de toda a região.

Decisões do Governador Eduardo Leite são acertadas e já salvaram milhares de vidas

Este é um erro que não podemos cometer! A flexibilização não significa que já exista tratamento e a cura para o coronavírus. A flexibilização significa que nós, gaúchos, a partir das iniciativas de nossas lideranças como o Governador Eduardo Leite, conquistamos o direito de poder sair de casa, trabalhar, circular pelas ruas. Não podemos jogar isso fora como se a pandemia já estivesse acabado!

O governador Eduardo Leite possui muito crédito pelo que fez até aqui com relação a pandemia do coronavírus, ele vem salvando vidas e precisamos ser gratos e apoiar suas acertadas decisões. Decisões acertadas estas que, dão o direito ao Governo do RS, de seguir ditando as regras de proteção da vida dos gaúchos.

Editor e fundador dos canais Acontece Gramado e Acontece Floripa

Espere um momento!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que Acontece

Não se preocupe, você será notificado apenas quando houver conteúdos novos em nosso site.

Espere um momento!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que Acontece

Não se preocupe, você será notificado apenas quando houver conteúdos novos em nosso site.